O começo do fim da economia americana?


Em O Filtro de Época:

O Dia D em Wall Street
Nãoo será tão catastrófica quanto a Quinta-Feira Negra de 24 de outubro de 1929, quando a Bolsa de Nova York quebrou e os EUA passaram por um longo período de recessão. Mas esta segunda-feira promete ser um dia de “rearranjo do retrato financeiro americano”, como descreve o The New York Times. Isso porque, ontem, o Merrill Lynch, segundo maior banco de investimentos dos EUA, aceitou ser comprado pelo Bank of América por cerca de US$ 50 bilhões para tentar estancar uma crise de insolvência. E o Lehman Brothers, quarto maior banco americano, pediu concordata, o que levou outros bancos a criar um fundo de emergência de US$ 100 bilhões para se proteger da possível quebra. O The Wall Street Journal afirma que a tentativa do Banco Central americano (Fed) de salvar o banco desencadeou “um teste de nervos” no sistema financeiro do país. No Dia D esperado para hoje, as bolsas européias já acusavam pela manhã o golpe da tempestade nos EUA: Londres caía 4,61% e Paris, 5,25%. Na Ásia, a bolsa de Taiwan fechou com recuo de 4,09%. E a Bovespa abriu com queda de 5%.
————————
Não é o começo do fim, já que a economia Americana é considerda pelos próprios experts do país como uma bomba relógio. O começo já foi há tempos, só está se tornando mais claro a quem tem olhos para ver.

Etiquetado , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: