Hoasca é tema de conferência em Heidelberg


Release UDVCOM
By Adriana Porfírio

Depois do pedido ao Iphan pró-reconhecimento do chá Hoasca como patrimônio cultural e do II Congresso Internacional da Hoasca, realizado em Brasília de 9 a 11 de maio pela União do Vegetal (UDV), o chá é notícia mais uma vez, agora em contexto global. A Universidade de Heidelberg, Alemanha, considerada vanguarda do conhecimento acadêmico mundial, realiza neste final de semana a conferência “A Globalização da Ayahuasca – um psicoativo amazônico e seus usuários”.

De 16 a 18 de maio, pesquisadores da Universidade de Heidelberg vão receber informações das religiões hoasqueiras convidadas, entre elas, a União do Vegetal, representada por seu presidente, James Allen e o coordenador de relações institucionais, Edson Lodi, que também é membro do Grupo Multidisciplinar de Trabalho para assuntos relacionados ao chá Hoasca no Conselho Nacional Antidrogas (Conad), da Secretaria Nacional Antidrogas. A UDV embarcou para a Alemanha com um rico conteúdo, recém divulgado pelos palestrantes no II Congresso Internacional da Hoasca, no último final de semana.

Psicoativos
Os pesquisadores de Heidelberg já trabalham há seis anos em um projeto de pesquisas sobre o uso controlado de psicoativos. O objetivo é descobrir que contribuição o uso responsável dessas substâncias pode dar à saúde e ao bem-estar das pessoas. A conferência deste final de semana é parte de uma grande pesquisa, onde o foco atual é o uso integrado dos psicoativos. Neste ponto, a Hoasca ganha destaque e tem sido a substância de maior interesse da pesquisa, devido ao forte contexto filosófico e ritual em que é utilizada pelas religiões brasileiras.

Uso ritual
A importância do contexto religioso – o ritual e a orientação doutrinária – também chamou a atenção do cientista Charles Grob, da Universidade da Califórnia (UCLA). Ele estudou o efeito do chá nos adolescentes da UDV e, ao encerrar sua palestra no sábado (10), durante o II Congresso Internacional da Hoasca, enfatizou que a forma como a União do Vegetal utiliza a Hoasca é fundamental para os resultados positivos observados. Grob, que não tem vínculo com a UDV nem com a pesquisa de Heidelberg, finalizou apontando para um grande potencial de pesquisas que ainda podem ser feitas, neste sentido, e revelou-se estimulado pela abertura da religião em ser o objeto destes estudos.

Expansão
Em Heidelberg, o uso contextualizado da Hoasca será o foco para a discussão do fenômeno nos aspectos médico, psicológico e cultural, buscando compreender sua relevância para a sociedade moderna. James Allen observa que “há interesse dos pesquisadores na expansão mundial do uso religioso da Hoasca e como esta expansão está sendo acompanhada, nos seus aspectos legais e científicos”.

Henrik Jungaberle
O pesquisador Henrik Jungaberle também assina o convite à UDV, onde expressa que a rede de informações que está se formando em torno do assunto é, para a pesquisa de Heidelberg, uma promessa e, para a humanidade, uma possibilidade.

Anúncios
Etiquetado , , , ,

Um pensamento sobre “Hoasca é tema de conferência em Heidelberg

  1. […] State University Hoasca é tema de conferência em Heidelberg » This Summary is from an article posted at Palavrando on Thursday, May 15, 2008 Depois do […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: