O Grande Seqüestro do Brazil


Quanto vale sua vida?

Em abril de 2006, a ONU estimava que naquele ano deveriam haver 10.000 seqüestros em todo mundo. Esta estatística baseia-se em números relatados, mas não inclui nenhuma margem para aqueles que não são registrados.

As razões para um seqüestro variam basicamente entre dinheiro, política ou ideologia, droga e vingança. É comum um motivo envolver outro, como droga e dinheiro, política e vingança, e quem sabe, outras combinações escabrosas.

E por falar em escabrosas formas de seqüestro, o Brasil foi seqüestrado. Os vilões são os políticos desonestos que infestam as câmaras, o senado (com letra minúscula mesmo) e o alto escalão em Brasília. Estes seqüestradores pululam em corredores e nas sombras, mas ao contrário dos seus parentes próximos, os vampiros, podem se expor à luz do sol sem virar pó ou pegar fogo.

Estes homens maus não dão valor à vida alheia, como é de se esperar de comerciantes de vidas. Vez em quando, alguns cativos são mortos, a título de exemplo para quem pensa em se libertar de seu jugo. Acontece, quando grandes massas começam a se mobilizar, que dezenas ou até centenas podem ser mortos de uma só vez para desviar a atenção. Em muitos casos a mídia desatenta concentra-se sensacionalísticamente nas vítimas, deixando de lado os algozes. N’outras vezes, a mídia vendida ou ameaçada mesmo atrae os olhares embasbacados dos tele-espera-dores para longe dos raptores.

Esta espécie, quase tão forte como seu líder, não mostra sinais de enfraquecimento. Por outra, ganha força com a ânsia de violência dos próprios raptados que refestelam-se e inconscientemente encontram alento para suas dores nas dores dos outros. “Pobre diabo! Ainda bem que foi ele e não eu.” é o pensamento vigente. Os algozes deixam prosélitos quando saem da evidência dos holofotes, garantindo assim a continuação do Grande Seqüestro do Brazil.

Somente o olhar vigilante e atento do homem de Bem é que porá fim ao maior de todos os crimes que este país já viu. Será necessário embuir-se da coragem e da força que não são nossas, mas que nos é dada quando solicitada do modo que foi ensinado pelos verdadeiros Mestres, entre eles Budha, Thereza, Xavier o Cândido, José Gabriel, Krishna, e o maior de todos: Jesus de Nazaré.

É somente pela Paz que seremos livres, mas como diz a canção, “a lição sabemos de cor, só nos resta aprender”. Aprender é praticar, passar da teorização do amor à pratica fiel e sincera. Estamos prontos, mas será preciso largar logo no início da caminhada a bagagem mais pesada que os humanos carregam para todo lugar, de vida à vida: o orgulho.

Conversa para outro dia.

Anúncios

Um pensamento sobre “O Grande Seqüestro do Brazil

  1. Bia disse:

    Se fosse em qq outro pais a coisa nao seria assim… brasileiro é um ser dificil de se lidar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: