A vacina tríplice e o autismo


Em 1998 um tal Dr. Andrew Wakefield publicou The Lancet, um livro a respeito dos efeitos colaterais da vacina tríplice (MMR – leia este para conhecer os efeitos colaterais). Segundo um estudo feito por ele, 12 crianças tiveram autismo e doenças do intestino depois de terem sido inoculadas com a Tríplice.

Agora um outro estudo ainda não publicado apresenta que uma em cada 58 crianças pode ter autismo ou alguma desordem do espectro autista. Sete catedráticos da Unversidade de Cambridge conduziram a pesquisa em 12.000 crianças britânicas com menos de 16 anos, mas apenas dois deles acreditam que a Tríplice tem alguma relação com o autismo. O Professor Simon Baron-Cohen, renomado expert no campo e líder da equipe, não corrobora esta opinião.

Este número alto pode ser explicado pela (re)definição do que é o autismo e do espectro autista.

Só para explicar melhor meu post da semana passada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: